Moniliose - Monilia fructigena Pers.

Hiberna sob a forma de micélio nos frutos atacados e sobre os cancros de ramos atacados. Na Primavera/Verão são produzidos conidióforos que vão esporular, mesmo a baixas temperaturas (10ºC), sendo a dispersão dos conídios efectuada pelo vento, salpicos da chuva e insectos. Temperatura média e humidade ambiental elevadas, e a presença de feridas, favorecem a infecção do fungo.
Nos frutos, os primeiros ataques coincidem com a primeira queda fisiológica dos frutos. Durante o processo de maturação, surgem manchas de cor acastanhada concentradas em redor de feridas (chuva, granizo, fungos ou insectos) e o fruto desidrata, mumifica e enegrece acabando por cair no solo.

Partilhar

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência, analisar o tráfego do site e veicular anúncios direcionados.

Ao clicar em Aceitar, você concorda com o uso de cookies de acordo com nossa Política de cookies .