Todos os produtos

Delstar®

Delstar®
TipoInsecticidas e Acaricidas
ComposiçãoDeltametrina 2.8% (=25 g/l)
Família QuímicaPiretróide
Tipo de FormulaçãoConcentrado para emulsão (EC)
Tipo de FormulaçãoConcentrado para emulsão (EC)
Número de registoAV 0405
Embalagem
30 ml, 1 l, 5 l, 20 L
Ficha técnica65K64.81K
Ficha de Dados de Segurança824K823.55K
Ficha técnica65K64.81K
Ficha de Dados de Segurança824K823.55K

Informação Toxicológica

Perigo

Flammable GSH PictogramCorrosive GSH PictogramHealth Hazard GSH PictogramEnvironmental Hazard GSH Pictogram
Para mais informações consulte a Ficha de Dados de Segurança.
Em caso de intoxicação contacte o Centro de Informação Antivenenos (CIAV), telefone nº 800 250 250.

Descrição do Produto

Resumo

DELSTAR® é um inseticida piretróide com ação de contacto e ingestão. Atua no sistema nervoso, como modulador dos canais de sódio.

Características principais

  • DELSTAR® é um inseticida de contacto à base de deltametrina, pertencente ao grupo dos piretróides, que atua ao nível do sistema nervoso dos insetos, impedindo a transmissão dos impulsos nervosos.
  • DELSTAR® tem um efeito letal sobre as formas ativas dos insetos.
  • Apresenta uma elevada lipofilidade, essencial para uma aderência à cutícula dos insetos.

Observações

  • DELSTAR® tem ação repelente sobre os insetos, ajudando a previnir novos ataques.

Informações Complementares

  • DELSTAR® não deve ser misturado com produtos alcalinos.
  • Não aplicar o produto diretamente sobre flores de ornamentais.
  • Para mais informações consulte a Ficha de Dados de Segurança do produto.
  • Os produtos fitofarmacêuticos (PFF) homologados em Portugal podem ser utilizados em proteção integrada (PI), não existindo uma lista de PFF's recomendados especificamente para esse efeito. A escolha do PFF deve ter, obrigatoriamente, em consideração a aplicação dos princípios gerais da PI e as normas definidas para a cultura.

Marca comercial

ASCENZA

Sobre a aplicação

Modo de Aplicação

Calibrar corretamente o equipamento, assegurando a uniformidade na distribuição de calda no alvo biológico pretendido. Calcular o volume de calda gasto por ha em função do débito do pulverizador (L/min), da velocidade e largura de trabalho (distância entrelinhas). Nas fases iniciais de desenvolvimento das culturas aplicar a calda com a concentração indicada. Em pleno desenvolvimento vegetativo, adicionar a quantidade de produto proporcionalmente ao volume de água distribuído por ha, pelo pulverizador, de forma a respeitar a dose.

Modo de preparação

No recipiente onde se prepara a calda deitar metade da água necessária. Juntar a quantidade de produto a utilizar e completar o volume de água, agitando sempre.

Precauções biológicas

Dado o risco intrínseco do aparecimento de resistência a qualquer inseticida, recomenda-se o uso segundo um programa anti-resistência que compreenda a utilização de outros inseticidas com diferentes modos de ação.

Intervalo de segurança

3 dias em alface (ar livre) e tomateiro (ar livre); 7 dias em ameixeira, batateira, cerejeira, couve nabiça e nabo greleiro (ar livre), couves de inflorescência (brócolos e couve flor) (ar livre), couves de cabeça (repolho) (ar livre), damasqueiro, macieira, pereira, pessegueiro, oliveira, videira; 30 dias em aveia, aveleira, centeio, cevada, milho, trigo e triticale.

Compatibilidades

DELSTAR® não deve ser misturado com produtos alcalinos.

Aplicações por cultura

Alface

ProblemaNóctuas
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
Observações(ar livre):Tratar após instalação da cultura pulverizando a planta junto ao solo e o solo que fica junto a planta.

Ameixeira

ProblemaAfídeos
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga, tendo em atenção molhar muito bem todas as partes verdes das árvores. Repetir em caso de necessidade. Se existirem infestações com enrolamento das folhas recorrer a um inseticida sistémico. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural.

Aveleira

ProblemaAfídeos
Dose50mL/hL (500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, tendo em atenção um intervalo entre aplicações de 14 dias.

Batateira

ProblemaEscaravelho
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, não excedendo 3 aplicações.

Cereais De Inverno

ProblemaAfídeos
Dose300mL/ha
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga.
ProblemaLagarta sete coiros
Dose300mL/ha
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga.

Cerejeira

ProblemaAfídeos
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga, tendo em atenção molhar muito bem todas as partes verdes das árvores. Repetir em caso de necessidade. Se existirem infestações com enrolamento das folhas recorrer a um inseticida sistémico. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural.
ProblemaMosca da cereja
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesTratar após o aparecimento da praga repetindo se necessário não excedendo as 3 aplicações. Seguir as indicações do Serviço de Avisos, caso exista na região.

Couve

ProblemaLagartas
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
Observações(ar livre): Couve nabiça e nabo greleiro, Couves de cabeça (repolho, lombardo e roxa) e Couves de Inflorescência (brócolo e couve-flor) Aplicar ao aparecimento da praga e repetir o tratamento em caso de necessidade.
ProblemaNóctuas
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
Observações(ar livre): Couve nabiça e nabo greleiro, Couves de cabeça (repolho, lombardo e roxa) e Couves de Inflorescência (brócolo e couve-flor) Aplicar ao aparecimento da praga e repetir o tratamento em caso de necessidade.

Damasqueiro

ProblemaAfídeos
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga, tendo em atenção molhar muito bem todas as partes verdes das árvores. Repetir em caso de necessidade. Se existirem infestações com enrolamento das folhas recorrer a um inseticida sistémico. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural.

Macieira

ProblemaAfídeos
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga, tendo em atenção molhar muito bem todas as partes verdes das árvores. Repetir em caso de necessidade. Se existirem infestações com enrolamento das folhas recorrer a um inseticida sistémico. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural.
ProblemaBichado da fruta
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesIniciar os tratamentos de acordo com o Serviço de Avisos. Na sua falta aplicar a partir de meados de Maio, com intervalos de 15 dias. Não realizar mais de 3 aplicações por ano cultural.

Milho

ProblemaNóctuas
Dose300mL/ha
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, tendo em atenção um intervalo entre aplicações de 14 dias.
ProblemaPiral
Dose500mL/ha
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, tendo em atenção um intervalo entre aplicações de 14 dias.

Oliveira

ProblemaMosca da azeitona
Dose40-60mL/hL (400-600 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, tendo em atenção um intervalo entre aplicações de 14 dias. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural. Sempre que haja Serviço de Avisos seguir as suas indicações.
ProblemaTraça da oliveira
Dose40-60mL/hL (400-600 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, tendo em atenção um intervalo entre aplicações de 14 dias. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural. Sempre que haja Serviço de Avisos seguir as suas indicações.

Ornamentais

ProblemaAfídeos
Dose50mL/hL (500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade, tendo em atenção um intervalo entre aplicações de 14 dias.

Pereira

ProblemaAfídeos
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga, tendo em atenção molhar muito bem todas as partes verdes das árvores. Repetir em caso de necessidade. Se existirem infestações com enrolamento das folhas recorrer a um inseticida sistémico. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural.
ProblemaBichado da fruta
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesIniciar os tratamentos de acordo com o Serviço de Avisos. Na sua falta aplicar a partir de meados de Maio, com intervalos de 15 dias. Não realizar mais de 3 aplicações por ano cultural.
ProblemaPsila (Cacopsylla pyri)
Dose75mL/hL (750 mL/ha)
ObservaçõesTratar ao aparecimento da praga molhando todos os órgãos da planta. Repetir o tratamento se necessário.

Pessegueiro

ProblemaAfídeos
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesAplicar ao aparecimento da praga, tendo em atenção molhar muito bem todas as partes verdes das árvores. Repetir em caso de necessidade. Se existirem infestações com enrolamento das folhas recorrer a um inseticida sistémico. Não realizar mais de 3 aplicações, por ano cultural.

Tomateiro

ProblemaLagarta do tomate (Helicoverpa armigera)
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
Observações(ar livre): Aplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade com intervalos de 3 semanas, não excedendo 3 aplicações.
ProblemaMosca branca das estufas
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
Observações(ar livre): Aplicar ao aparecimento da praga. Repetir em caso de necessidade com intervalos de 3 semanas, não excedendo 3 aplicações.

Videira

ProblemaÁltica
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesTratar ao aparecimento da praga repetindo o tratamento se for necessário.
ProblemaCicadela ou cigarrinha verde
Dose30-50mL/hL (300-500 mL/ha)
ObservaçõesA aplicação deve ser feita quando se encontrarem 100 larvas em 100 folhas e a partir de Julho quando houver 50 larvas em 100 folhas.
ProblemaTraça
Dose40-60mL/hL (400-600 mL/ha)
ObservaçõesEfetuar os tratamentos de acordo com os Serviços de Avisos. Na sua ausência, fazer o primeiro tratamento antes da floração (1ª geração) e o segundo antes do estado bago de ervilha (2ª geração).

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência, analisar o tráfego do site e veicular anúncios direcionados.

Ao clicar em Aceitar, você concorda com o uso de cookies de acordo com nossa Política de cookies .